Cicloviagem no Vale Europeu
Roteiros

Cicloviagem no Vale Europeu

Este roteiro é o principal destino dos cicloturistas no Brasil e o primeiro no país planejado e organizado especialmente para ser percorrido de bicicleta. Foi desenhado de modo a passar pelos melhores atrativos turísticos da região, como cachoeiras, arquitetura colonial e atrativos naturais, passando por estradas de terra bonitas e tranquilas. São 300 km em 7 dias de pedaladas, pernoitando cada dia num local diferente. Com uma média de 50 km por dia o circuito passa por 9 municípios: Timbó, Pomerode, Indaial, Ascurra, Apiúna, Rodeio, Benedito Novo, Doutor Pedrinho e Rio dos Cedros.

1º dia – Belo Horizonte (Confins) a Navegantes:
– Encontro dos participantes no Aeroporto de Confins e embarque no avião com destino a Santa Catarina.
– Ao desembarcar no Aeroporto de Navegantes, traslado dos participantes e das bicicletas com destino a Timbó.
– Recepção dos participantes na pousada.
– Tarde livre para curtir, preparar tudo e descansar para nossa aventura de pedal que se inicia no outro dia logo cedo.
– Reunião de orientação e organização dos equipamentos, bagagem e bicicletas, para a saída no dia seguinte.
– Noite livre…
Hospedagem: Timbó Park – www.timbopark.com.br

2º dia – Timbó a Pomerode:
– Café da manhã.
– Alongamento e início do Pedal (45 km) com destino a Pomerode.
– A estradinha de terra que sai de Timbó cruza a cidade de Rio dos Cedros, atravessa um morro, passando pela localidade de Rio Ada para finalmente chegar a Pomerode. A subida deste morro, antes de chegar ao Rio Ada, é o maior desafio físico do dia, mas o visual que se alcança lá de cima e a mata atlântica que cobre o percurso compensam de longe o esforço.
– Chegada a Pomerode e acomodação na pousada.
– Tarde e noite livres…
Hospedagem: Pousada Dein Haus  (ou similar) – www.deinhaus.com.br

3º dia – Pomerode, Indaial e Rodeio:
– Café da manhã.
– Alongamento e início do Pedal (71 km) com destino a Rodeio, passando por Indaial.
– Percurso povoado, com muitas casinhas, jardins bem cuidados, natureza, riachinhos e muitas árvores ao longo do caminho. São duas subidas longas no dia intercaladas com trechos planos. A maior parte do percurso, segue margeando o Rio Itajaí Açú. O destaque neste trecho são as pontes, começando pela charmosa ponte dos arcos em Indaial.
– Chegada a Rodeio e acomodação na pousada (simples, com banheiro no quarto, decoração rústica e ambiente agradável).
– Tarde e noite livres…
Hospedagem: Pousada Cama Café Stolf  (ou similar) – www.camacafestolf.com.br

4º dia – Rodeio a Doutor Pedrinho
– Café da manhã.
– Alongamento e início do Pedal (42 km) com destino a Doutor Pedrinho.
– Aqui se inicia a subida para a parte alta do Circuito. Este é o trecho com a mais longa subida de todo o Circuito, são 8 km logo no início do dia. Boa parte dessa subida é sombreada pela mata. No meio da subida, há uma parada estratégica para descanso, contemplar o “caminho dos anjos” e observar o cristo.
– Chegada a Doutor Pedrinho e acomodação na pousada (simples, com banheiro no quarto, decoração rústica e ambiente agradável).
– Tarde e noite livres…
Hospedagem: Bella Pousada

5º dia – Doutor Pedrinho a Alto Cedros:
– Café da manhã.
– Alongamento e início do Pedal (40 km) com destino a Alto Cedros.
– Este dia passa pelos locais mais isolados de todo o Circuito. Em certas partes há poucas fazendas e casas, e também pouca sombra. Não há uma subida tão longa como no dia anterior, mas o total de subidas também é bem grande, por isso é recomendável começar cedo a pedalada e levar consigo água e alimentação necessária para o dia.
– Chegada a Alto Cedros e acomodação na pousada (simples, com banheiro no quarto, decoração rústica e ambiente agradável).
– Tarde e noite livres…
Hospedagem: Pousada Lindnerhof  (ou similar) www.pousadalindnerhof.com.br

6º dia – Alto Cedros, Palmeiras, Timbó e Penha:
– Café da manhã.
– Alongamento e início do Pedal (94 km) com destino Timbó passando por Palmeiras.
– Neste dia o caminho contorna duas represas, passando por uma das regiões mais belas de todo o Circuito. É também um trecho bastante isolado e com poucas sombras – esteja prevenido com água e alimentação para o dia. À medida que a estrada se afasta um pouco da represa, começa a subir bastante, surgindo uma paisagem maravilhosa, de um extenso tapete verde de mata atlântica e alguns paredões de rocha.
– Na segunda parte do dia o percurso volta a passar por locais mais habitados, mas ainda atravessa muitas matas, com riachos de águas cristalinas. Muitas descidas íngremes e suaves são a recompensa pelos dias anteriores serra acima. Mas há uma última subida longa e bem forte (talvez a mais forte de todo o Circuito), na localidade de Rio Cunha.
– Chegada a Timbó e traslado até a Cidade de Penha.
– Chegada a Penha e acomodação na pousada (simples, com banheiro no quarto, decoração rústica e ambiente agradável).
– Noite livre…
Hospedagem: Pousada ou hotel em Penha SC (a definir)

7º dia – 24/09 – Penha:
– Café da manhã.
– Dia livre…

8º dia – 25/09 – Penha, Navegantes e Belo Horizonte (Confins):

– Café da manhã.
– Traslado até Navegantes.
– Embarque no voo com destino a Belo Horizonte.
– Chegada a Belo Horizonte (Confins).

Investimento por pessoa: R$ 2.900,00
Incluso: transporte aereo (ciclistas e bicicletas), 7 noites em pousada, 7 cafés da manhã, carro de apoio, transporte da bagagem, certificado, seguro, apoio mecânico e BikerGuia.

Clique aqui e veja o vídeo dessa aventura!

Dicas:
– Durante os passeios é obrigatório usar: capacete, luvas, óculos, camiseta e bermuda justa;
– Os participantes devem levar uma pequena mochila ou alforje com objetos pessoais, alimentos leves suficientes para todo o passeio, água, uma lanterna, uma câmera de ar, power link para a sua corrente, um canivete pequeno, medicamentos de uso pessoal e uma muda de roupa extra;
– A alimentação ideal para os passeios é: sanduíches naturais, frutas, chocolates, biscoitos, bebidas isotônicas, água e produtos energéticos;
– Aconselhamos levar ainda, celular para fotos e vídeos, bateria extra, protetor solar e um bom agasalho para o se proteger do frio.

Dicas sobre o transporte das bikes:
– O vôo da Gol tem direito a 23 kilos de bagagem, portanto o cliente deve ter um mala bike especifico para esse transporte caso queira levar a bike no avião.
– Favor levar mala pequena para facilitar a logística do carro de apoio, cada dia hospedamos em uma cidade e teremos que levar as malas sempre no nosso apoio.

Observações:
– Este passeio acontece apenas em datas promocionais, com no mínimo 12 pessoas;
– Passeio indicado para pessoas que gostam de praticar atividades em contato com a
natureza, já tenham experiência em pedalar, sejam amantes das “magrelas” e curtem superar
grandes desafios;
– Durante todo o passeio, haverá apoio mecânico e carro de apoio que fará o transporte das
mochilas.
– Caso tenha outras dúvidas, entre em contato.

NÃO DEIXE DE REVISAR A SUA BIKE ANTES DE INICIAR O PASSEIO

Bora Pedalar!🚵‍♀️🚵‍♂️

Artigos Relacionados

Passeio nas Cachoeiras do Cabral

Vilas de Ouro Preto – Estrada Real

Passeio em Santa Bárbara e Catas Altas – Circuito Entre Serras

Revivendo o “Clube da Esquina”

Cidades Históricas de Minas – Tour Pedagógico